Blog da Xcolinha

Postado em 01 de Setembro de 2014 às 17h08

‘Quero viver do xadrez’, diz estudante que representará o Brasil em mundial

Hugo Caetano é paranaense e se prepara para competição na Rússia.

Xcolinha de Xadrez Hugo Caetano é paranaense e se prepara para competição na Rússia. Aluno de Ciências Contábeis tem 20 anos e começou a jogar aos seis. O paranaense Hugo Zanotti Mendonça Caetano, de 20 anos,...

Aluno de Ciências Contábeis tem 20 anos e começou a jogar aos seis.

O paranaense Hugo Zanotti Mendonça Caetano, de 20 anos, é um dos quatro integrantes da delegação brasileira de xadrez que representará o país em competição mundial que será realizada na Rússia, em julho. A Universíade é o segundo maior evento esportivo do mundo, atrás apenas das Olimpíadas, e prevê a participação de 10,5 mil atletas em 27 modalidades.

“Fico envolvido com o xadrez de quatro a seis horas por dia. Quero viver do xadrez”, diz Hugo, que é acadêmico do curso de Ciências Contábeis.
“A maior emoção é representar o Brasil podendo divulgar o xadrez, esporte que pratico desde criança”, conta Hugo, que também diz estar na expectativa para enfrentar enxadristas que ele admira.

A influência veio do pai, Pedro Caetano, árbitro internacional e vice-presidente da Federação de Xadrez do Paraná. “Via meu pai jogando e pedi para ele me ensinar, quando tinha cinco anos. Um ano depois estava jogando com ele e aos 7 anos já competia. Hoje, além de competir, sou bolsista e dou aulas para crianças. Por semana são cerca de 50 alunos iniciando no esporte.”
“A maior emoção é representar o Brasil podendo divulgar o xadrez e poder enfrentar enxadristas que admiro." Hugo Caetano, paranaense classificado para a Universíade

Ao xadrez, o acadêmico iguaçuense atribui a organização, o raciocínio lógico aguçado e a facilidade de concentração e de tomar decisões precisas em pouco tempo, além da oportunidade de viajar constantemente. “Se não tivesse me envolvido tanto com o xadrez, talvez fosse uma pessoa diferente. Não sei se melhor ou pior. Mas, gosto das oportunidades que ele me proporciona”, aponta, ao destacar que, apesar da paixão, também adora futebol. O próximo passo, adianta, será morar na Europa, onde o número de competições e o nível dos jogadores é maior.

“Não dá para ficar o dia inteiro praticando ou estudando xadrez. Um bom preparo físico é fundamental também. Uma partida normal passa de duas horas em média. A partida mais longa que disputei foi de cinco horas e meia. E, em uma competição, tem disputa todos os dias”, explica.

Nos dias que antecedem as partidas, Caetano procura dormir e se alimentar bem, e, ao contrário de outras modalidades, intensifica os treinos. “É preciso ter na cabeça o maior número de estratégias possíveis.”

O iguaçuense conseguiu a vaga para o mundial na Rússia ao ficar em segundo lugar na Liga Desportiva Universitária. Além dele, o campeão, Vinícius Tiné, de Pernambuco e outras duas atletas, de São Paulo e do Mato Grosso, têm como objetivo melhorar as marcas e o desempenho do Brasil na modalidade. A meta de Caetano é se aproximar o máximo da marca de 2,3 mil pontos no ranking internacional, o que pode lhe garantir o título de mestre em xadrez - atualmente, Hugo soma 2.152 pontos.

A evolução como enxadrista é reconhecida por meio destes títulos. De amadores, os atletas passam a candidatos a mestre (2,2 mil pontos), depois a mestre, em seguida a mestre internacional, quando acumulam 2,4 mil pontos, até alcançarem o maior reconhecimento, como grande mestre, com mais de 2,5 mil pontos. Na prática, comenta, isso representa o auge da carreira e a admiração dos adversários. “É onde todo enxadrista que deseja viver do esporte quer chegar.”

Fonte: g1.globo.com

Veja também

Clube de Xadrez de Chapecó Esteve Presente na Expokids10/10/16 Quero agradecer todos que nos visitaram e jogaram uma partida no nosso estande, o pessoal que ajudou cuidando do espaço, principalmente a Eloideias, por sede esse espaço, sem custo para o clube, foi bem legal a feira, muitas pessoas no visitaram, foi um fim de semana bem legal para quem pode aproveita a Expokids. Desculpa para aqueles que não consegui tirar uma foto, mas abaixo algumas pessoas......
Chapecoenses indo para o Floripa Opem 08/01/15 O xadrez de Chapecó inicia o ano com tudo, o seu primeiro torneio será o Floripa Opem, que já está próximo a 300 inscritos de 6 países diferentes, vai ser um grande torneio e contara com a presenças dos atletas......

Voltar para Blog